Um policial militar foi preso após extorquir uma mulher na Rua Senador Jaguaribe, nas proximidades da Praça da Estação, no bairro Moura Brasil.

Antônio Evaldo  Ferreira Nunes, 45, trabalhava na área do Centro e foi encontrado com outros dois homens, sendo José Abdom Ferreira Filho e José Wesley Tavares, 24. Os três estavam dentro de um veículo Fox com uma mulher e teriam pedido R$ 10 mil à vitima.

Caso o dinheiro não fosse entregue, o trio levaria a mulher até uma delegacia para realizar um flagrante por tráfico de drogas. Eles estavam com entorpecentes dentro do carro para forjar o flagrante.

A Controladoria Geral de Disciplina (CGD) recebeu uma denúncia e a Delegacia de Assuntos Externos autuou em flagrante os três por extorsão, tráfico de drogas e porte ilegal de a
Iguatemi
Adiamento da entrega da expansão é decorrente de atrasos na execução de obras de acabamento
DIVULGAÇÃO
A sexta expansão do Shopping Iguatemi Fortaleza teve a inauguração adiada para março de 2015. Em obras há um ano e cinco meses, desde fevereiro de 2013, a previsão inicial era de que a ampliação seria concluída no próximo mês de novembro.
O adiamento da conclusão de mais uma etapa do empreendimento foi confirmada na tarde desta quinta-feira (24), pelo novo CEO daJereissati Centros Comerciais, (JCC) - empresa que administra a rede de shoppings do Grupo Jereissati -, o economista Luiz Collier Matos.
Matos explica que o adiamento decorre de atrasos na execução de obras de acabamento, que envolvem muitas peças de madeira trabalhadas artesanalmente, com elevado grau de complexidade. “Não estamos apenas expandindo o shopping, estamos agregando novos ambientes para convívio de qualidade da população”, explica o executivo, segundo quem a nova praça de convivência do shopping, toda em madeira, será a maior do País. 
De acordo com Collier Matos, a nova etapa de expansão já se encontra com 75% das obras civis concluídas, incluindo as cobertas, e com 80% das 180 novas lojas comercializadas
*Com informações do repórter Carlos Eugênio do Diário do Nordeste
Neymar
Com Neymar lesionado e sem jogar, Seleção Brasileira sofreu sua maior goleada na história das copas contra a Alemanha em casa
REUTERS
Fifa divulgou nesta quinta-feira (17) a primeira atualização do ranking de seleções após a disputa da Copa do Mundo. A seleção brasileira, que passou pelo fiasco de perder por 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais da competição, caiu quatro posições e aparece agora em sétimo lugar, com 1.241 pontos.
A Alemanha, que conquistou o tetracampeonato ao derrotar a Argentina na final, lidera o ranking, com 1.724 pontos. O time treinado pelo técnico Joachim Löw está pela primeira vez no topo depois de quase 20 anos. A Argentina, vice do Mundial, aparece em segundo, com 1.606 pontos.
A Holanda, que bateu o Brasil na disputa pelo terceiro lugar, por 3 a 0, foi a seleção que mais ganhou posições entre as primeiras colocadas. A equipe subiu 12 degraus e ocupa agora o terceiro lugar, com 1.496 pontos. Os holandeses deixaram a Copa sem derrota. Deram adeus às chances de título apenas nos pênaltis, contra a Argentina, na semifinal.
A Colômbia, eliminada pelo Brasil nas quartas de final, ocupa a quarta posição, seguida por Bélgica e Uruguai. Esta última equipe parou nas oitavas, mas, mesmo assim, ultrapassou a seleção brasileira.
A Espanha, por sua vez, que liderava o ranking até o início da Copa, caiu para a oitava posição. Os espanhóis foram eliminados ainda na fase de grupos do Mundial.
O ranking da Fifa prevê que os pontos obtidos a cada partida sejam reduzidos anualmente. Jogos até 12 meses atrás têm valor integral. De um a dois anos, valem 50%. O peso cai para 30% no período de dois a três anos, e 20% entre três e quatro anos.
Confira os 10 primeiros colocados:
1- Alemanha - 1724
2- Argentina - 1606
3- Holanda - 1496
4- Colômbia - 1492
5- Bélgica - 1401
6- Uruguai - 1330
7- Brasil - 1241
8- Espanha - 1229
9- Suíça - 1216
10- França - 1202
José Maria Marín
Presidente da CBF, Marín também descartou a possibilidade de promover Alexandre Gallo (atual coordenador de seleções de base) a treinador
FOTO: AGÊNCIA REUTERS
O ex-jogador e empresário de atletas famosos até então, Gilmar Rinaldi, é o novo coordenador geral da Seleção Brasileira. O anúncio foi feito em coletiva da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na manhã desta quinta-feira (17)
O presidente da CBF, José Maria Marín, disse que a escolha foi sua, em conjunto com o futuro presidente da instituição, Marco Polo Del Nero.
Gilmar declarou, assim que teve a palavra, que irá se desligar dos atletas que agencia e está disposto a viajar por todo o mundo com a Seleção. O cargo que ele irá ocupar, deCoordenador Geral de Seleções, é uma nova posição na estrutura hierárquica da CBF, embaixo apenas do presidente.
Gilmar Luis Rinaldi, ex-goleiro de Internacional, São Paulo e Flamengo e da própria Seleção Brasileira, terá a função de controlar e tentar integrar as seleções do Brasil. Gilmar foi campeão da Copa do Mundo pelo Brasil em 1994, como terceiro goleiro, na reserva de Taffarel e Zetti.
 
 
Gilmar descarta treinador estrangeiro
Marín informou na coletiva que o novo treinador da Seleção Brasileira deve ser anunciado até a próxima segunda-feira (21). Segundo o novo coordenador geral de seleções, Gilmar, não é momento para o Brasil pensar em nomes estrangeiros para comandar a Seleção, e que os profissionais que atuam no País são bons o suficiente e merecem ser valorizados.
Fonte : Diário do Nordeste
Armas
Armas e drogas foram apreendidas com a quadrilha
FOTO: JÉSSIKA SISNANDO
A Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), em parceria com a Coordenadoria de Inteligência (Coin), fez a prisão, na última quarta-feira (16), de uma quadrilha especializada em roubos a estabelecimentos comerciais na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O resultado da operação foi divulgado em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (17) na sede da DRF.
Ililton da Silva, de 26 anos, Rogério Cláudio da Costa, 37, Tiago Costa Facundo, 21, Daniel da Silva Fortunato, 20, Ari de Oliveira Carneiro, 21, e uma adolescente de 15 anos faziam parte da quadrilha, que fazia roubos a lotéricas, mercantis, postos de combustíveis e demais comércios. A prisão foi feita no município de Horizonte.
Tiago e Daniel eram os únicos que não possuiam antecedentes criminais. Ililton já responde a falsificação de selo público, porte ilegal de arma de fogo e associação para o tráfico, e Rogério, por receptação de objetos roubados. Ari tem a ficha mais extensa. O homem, que tinha mandado de prisão em aberto, responde por um homicídio e duas tentativas de homicídio, além de roubos, porte ilegal de arma e tráfico de drogas.
Quadrilha tinha roubo programado
A prisão da quadrilha foi realizada no momento que se preparava para um assalto à casa lotérica em Horizonte, informou o delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF. Com o bando foram apreendidos um carro, dois revólveres calibres 32 e 38, 500g de maconha, pedras de crack e cocaína, além de dinheiro e celulares.
A quadrilha foi autuada por tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menore se porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.
marin del nero
Marin e Del Nero decidiram as mudanças na Seleção Brasileira
RICARDO STUCKERT/CBF
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pretende realizar uma reformulação completa na Seleção após o vexame nos dois últimos jogos da Copa do Mundo. Nesta terça-feira (15), um dia depois de anunciar a saída de Luiz Felipe Scolari, a entidade comunicou a demissão do diretor de comunicação Rodrigo Paiva e executou um desmanche em toda a comissão técnica.
Rodrigo Paiva trabalhava na CBF há doze anos, contratado pelo ex-presidente Ricardo Teixeira, e comandava o setor de comunicação - iniciou como assessor de imprensa e depois tornou-se diretor. Na Copa do Mundo deste ano, envolveu-se em uma confusão com o atacante Pinilla, no intervalo da partida entre Brasil e Chile, pelas oitavas de final, e foi punido pela Fifa.
Além da saída do dirigente, o presidente José Maria Marin e o vice-presidente e futuro mandatário Marco Polo Del Nero optaram por mudar toda a comissão técnica. O analista de desempenho Thiago Larghi, o preparador físico Paulo Paixão e o médico José Luiz Runco não serão mais chamados para prestar serviços à entidade. Antes deles, Felipão, o auxiliar-técnico Flávio Murtosa, o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira e outros membros já tinham deixado a Seleção. O único mantido foi o supervisor Guilherme Ribeiro.
Após a goleada por 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal do Mundial, a CBF pretende realizar mudanças na Seleção Brasileira. A entidade pode reativar o cargo de diretor de seleções, antes ocupado por Andrés Sanchez. José Carlos Brunoro, diretor executivo do Palmeiras, e o ex-jogador Leonardo, dirigente do PSG, são cotados para a função.
Além disso, os dirigentes buscam um técnico para substituir Felipão. Tite, ex-Corinthians, Abel Braga, do Internacional, Muricy Ramalho, do São Paulo, e um estrangeiro são opções.
Fonte : Diário do Nordeste
A presidente Dilma Rousseff anunciou a Declaração e o Plano de Ação de Fortaleza, resultado da VI Cúpula do Brics, no Centro de Eventos do Ceará nesta terça-feira (15). O documento sela a criação do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) que será sediado em Xangai, na China.

A presidência do Conselho de Diretores será um cidadão brasileiro. O presidente do Conselho de Governadores será russo, o presidente do BND será indiano e o primeiro escritório regional do banco será na África do Sul. O banco conta com um capital inicial de US$100 bilhões  e com  capital subscrito de US$ 50 bilhões. Cada país-membro do bloco contribuiu com US$ 10 bilhões para a crianção da instituição financeira, uma alternativa a outros fundos mundiais como o Fundo Monetário Internacional (FMI).
Todos os participantes da Cúpula terão participação igualitária no lançamento do Banco. A declaração batizada com nome da capital cearense também oficializa o Arranjo de Contingente Reserva para os países do Brics que deverá auxiliá-los em casos de crise financeira com uma soma de US$ 100 bilhões.

Image-0-Artigo-1658620-1
A organização espera receber um milhão de pessoas entre quarta-feira e domingo, cerca de 200 mil participantes por dia
FOTO: KLÉBER A. GONÇALVES
O Festival Halleluya chega a sua 17ª edição neste ano. E nos próximos dias 23 a 27 de julho, são esperadas mais de um milhão de pessoas, no Condomínio Espiritual Uirapuru. A festa terá uma área de 110 hectares, com cerca de 5 mil m² de arena de show e 2 mil m² de espaço temático. As atrações do evento foram divulgadas ontem.
A diversidade de ritmos marcará a grade de apresentações. O forró de Batista Lima e Naldo José, o Rock do Rosa de Saron, o Soul Pop de Davidson Silva e o pop rock de Ana Gabriela e Missionário darão o tom do evento que espera reunir uma média de 200 mil participantes por dia ao longo das cinco noites.
Outra novidade desta edição do Halleluya é a participação do cantor gospel Tony Alysson. O goiano apresentará canções do seu disco "Poderoso Deus", vencedor de disco de ouro e duplo de platina pelas mais de 160 mil cópias vendidas.
 
Talentos
Para promover novos talentos a organização criou o Festival de Artes Integradas de Música, Teatro e Dança, dando a oportunidade para o vencedor de cada modalidade apresentar-se no palco principal do evento, além de receber premiação em dinheiro que pode chegar a R$ 5.000.
Os grupos/artistas selecionados passarão por etapas eliminatórias no Espaço Cultural, localizado na Arena Halleluya, local criado especialmente para o Festival de Artes. Um júri formado por cinco pessoas de renomada experiência na área artística estará avaliando as apresentações. O primeiro colocado de cada categoria se apresentará na última noite do evento.
De acordo com a assessoria do Halleluya, esse é o maior evento no Brasil, em comemoração ao primeiro ano da realização da Jornada da Juventude, que aconteceu em 2013, no Rio de Janeiro.
Programação
Quarta-feira (23)
Tony Allysson , Batista Lima, Adriana Arydes
Quinta-feira (24)
Naldo José, Diego Fernandes, Ziza Fernandes, Rosa de Saron
Sexta-feira (25)
Comunidade Recado, Davidson Silva, Nilton Júnior, Banda Dominus
Sábado (26)
Eros Biondini, Missionário Shalom.
Irmã Kelly Patrícia, Ana Gabriela
Alto Louvor
Cosme
Domingo (27)
Suely Façanha, Dunga. Adoração e Vida
Mais informações
Festival Halleluya
(85) 3295.4583
www.festivalhalleluya.org

blatter
'O que tornou a Copa tão especial foi a qualidade do futebol', disse Blatter
FOTO: REUTERS
O presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, avaliou a Copa do Mundo de 2014, encerrada domingo (13) no Brasil, como melhor do que a edição anterior da competição. O mandatário deu nota 9,25 para o Mundial brasileiro. Quatro anos atrás, a África do Sul recebeu um 9 do chefe da Fifa.
"Passando a última noite calculando. Usamos todos os computadores e as redes sociais e decidimos dar a nota 9,25", brincou Blatter. "O Brasil melhorou a Copa em relação à África do Sul. Nós também melhoramos. A perfeição não existe", adicionou o suíço. 
Blatter classificou a Copa-2014 como "especial". Seu argumento, porém, não foi o sucesso da organização, mas sim o futebol apresentado nos jogos. "O que tornou a Copa tão especial foi a qualidade do futebol, a intensidade dos jogos. As seleções começaram a Copa mais ofensivas, com um futebol voltado ao ataque e com muita intensidade. Vimos isso ao longo de toda a competição." 
O Mundial do Brasil igualou o recorde de gols da história da competição. Em 64 jogos, foram marcados 171 tentos, mesma marca da França-1998. A média de gols foi de 2,7 por partida. Na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, as seleções marcaram 145 gols e a média foi de 2,27 por jogo. O Mundial de 2006, na Alemanha, teve 147 gols e média de 2,3. Já em 2002, na Coreia do Sul e no Japão, 161 gols foram marcados e a média de gols foi de 2,52. "A próxima Copa vai ter dificuldade para superar a qualidade desta Copa", completou Blatter.
Fonte: Diario do Nordeste

dilma e putin
Cerimônia oficial de chegada do Presidente da Rússia, Vladimir Putin
FOTO: ROBERTO STUCKERT FILHO/PR
A presidente Dilma Rousseff defendeu, nesta segunda-feira (14), uma atuação coordenada entre Brasil e Rússia em organismos internacionais, sobretudo os econômicos, após reunião bilateral com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.
Segundo Dilma, os dois países discutiram a perspectiva de conclusão de acordos para a criação de um banco de desenvolvimento e um fundo de reservas emergenciais durante a 6ª Cúpula dos Brics que ocorre a partir desta segunda-feira (14) em Fortaleza.
"Nossos países estão entre os maiores do mundo e não podem se contentar em pleno século 21 com dependências de qualquer espécie", afirmou Dilma, em declaração à imprensa após a reunião com Putin.
"Reiteramos ser essencial a atuação coordenada de nossos países na agenda do G20... O mesmo ocorre no que tange à ação ativa de Brasil e Rússia em todas as instituições", disse a presidente, defendendo ainda a necessidade de tornar o Fundo Monetário Internacional (FMI) um mecanismo "realmente multilateral e democrático".
Entre os acordos assinados entre Rússia e Brasil nesta segunda-feira (14), há um plano de ações para elevar o patamar de comércio bilateral entre os dois países, focado em áreas como agronegócio, energia, inovação e alta tecnologia, aeronáutica, indústria farmacêutica e turismo.
A presidente aproveitou a ocasião para cumprimentar a Rússia sobre a posição que vem mantendo com relação ao conflito na Síria, onde uma guerra civil de três anos já matou mais de 150 mil pessoas.
O governo russo tem se mantido contrário a sanções ocidentais contra a Síria e teve participação importante nas negociações para a entrega do arsenal sírio de armas químicas.
"Nessa ordem multipolar é necessário adotar como prioridade a resolução consensual e pacífica de conflitos. Cumprimentamos as posições russas a respeito da questão da Síria", disse Dilma.

Fonte: Diário do Nordeste
Image-0-Artigo-1656815-1
O pavimento do primeiro andar da loja veio todo abaixo. Já as estruturas laterais, à primeira vista não foram comprometidas pelo incêndio
FOTO: NAVAL SARMENTO
Um incêndio de grandes proporções atingiu uma loja de calçados, na noite de ontem. O sinistro aconteceu na Rua Major Facundo, próximo à esquina com a Rua Pedro Pereira, no Centro de Fortaleza.
A ocorrência iniciou na loja Felícia, por volta das 20h50. "Eu estava aqui perto e ouvi um barulho muito grande. Quando cheguei aqui para ver, o carro dos bombeiros já estava tentando apagar o incêndio, mas as chamas ainda estavam muito altas", afirma o metalúrgico Demétrio Teixeira, que trabalhava nas proximidades do local onde aconteceu o incêndio.
Foco
De acordo com o Tenente-Coronel Cleyton, do Corpo de Bombeiros, a loja Felícia foi a única atingida. "O incêndio foi unicamente na loja de calçados. Entramos ainda na loja Itamaraty, que fica ao lado, mas não encontramos nenhum foco de incêndio, apenas muita fumaça originada da loja incendiada".
Fonte: Diario do Nordeste
fd
Telão do Mineirão exibe placar inacreditável ao fim da partida que definiu o primeiro finalista da Copa do Mundo do Brasil. Desastre de Belo Horizonte marcou a primeira derrota da Seleção em jogos oficiais como mandante após 39 anos
FOTOS: REUTERS
f
Zagueiro do Chelsea, para muitos, foi o melhor jogador da Seleção nas seis partidas da equipe até agora no Mundial. Ontem, saiu de campo chorando
d
O técnico alemão, Joachim Löw, relatou que, quando o placar estava em 2 a 0, os "brasileiros ficaram muito nervosos, abrindo grandes espaços"
O dia 8 de julho de 2014 ficará marcado pela derrota mais humilhante e profunda da história do futebol brasileiro. Daqui há 50 anos, ou quem sabe cem, o torcedor lembrará dos 7 a 1 que a Seleção Brasileira tomou da Alemanha, ontem, pelas semifinais da Copa do Mundo, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), dando adeus ao sonho do hexacampeonato.
Um resultado vexatório, a pior derrota em cem anos de Seleção Brasileira, que sem dúvida, fará muitos esquecerem a final da Copa de 50 - os 2 a 1 para o Uruguai no Maracanã há 64 anos -, lembrada até ou ontem como a pior da história. Ou seja, pode-se dizer que o Maracanazo é uma dor menor do que o "Mineiraço" de ontem.
E a derrota dói não só pelo placar absurdo, inexplicável para equipes de futebol de alto nível. A atuação da Seleção Brasileira também doeu na alma.
Fonte: Diário do Nordeste
Hpatite_
FOTO: KID JUNIOR
A partir deste mês de julho, a vacina contra ahepatite A passa a fazer parte do calendário básico de vacinação e está disponível nos postos de vacinação e unidades básicas de saúde de todos os municípios do Ceará, de acordo com a Coordenação Estadual de Imunização, da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará. Devem ser vacinadas crianças de 1 a menores de 2 anos de idade.
Estudo feito pelo Ministério da Saúde mostra que a vacina tem impacto importante na epidemiologia da doença, com a redução de 64% nos casos em fase aguda, diminuição de 59% na quantidade de óbitos e a atenuação 62% dos anos de vida perdidos em decorrência da doença. A nova vacina está sendo introduzida no Calendário Nacional de Vacinação e passa a fazer parte da rotina de vacinação com o objetivo de prevenir e controlar a hepatite A na fase adulta.
O Brasil é considerado um país com áreas de risco para a doença. A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) estima que ocorram no Brasil 130 novos casos/ano por 100 mil habitantes e que mais de 90% da população maior de 20 anos tenha tido exposição ao vírus. A hepatite A é uma doença infecciosa aguda, causada pelo vírus da hepatite A, que produz inflamação e necrose do fígado.
Transmissão 

A transmissão do vírus é fecal-oral, através da ingestão de água e alimentos contaminados ou diretamente de uma pessoa para outra. Uma pessoa infectada com o vírus pode ou não desenvolver a doença. Durante o período de incubação, que leva em média de duas a seis semanas, os sintomas não se manifestam, mas a pessoa infectada já é capaz de transmitir o vírus. Geralmente, é na infância que se entra em contato com o vírus. Por isso, as crianças constituem grupo de risco importante.
A hepatite A é uma doença de curso benigno, mas potencialmente grave. Embora não sejam frequentes, complicações podem surgir. Uma delas, a hepatite fulminante, é um quadro que se caracteriza pela necrose maciça e morte das células hepáticas nas primeiras seis a oito semanas da infecção. São raros os casos de pacientes com mais de 50 anos que sobrevivem a essa forma da doença. A hepatite A pode ser evitada através das medidas de prevenção contra doenças transmitidas por água e alimentos, além da vacinação.
Medidas de prevenção contra o vírus

As medidas de proteção contra doenças transmitidas por contaminação de água e alimentos, incluem a utilização de água clorada ou fervida e o consumo de alimentos cozidos, preparados na hora do consumo. Deve-se lavar criteriosamente as mãos com água e sabão antes das refeições e evitar o consumo de bebidas e qualquer tipo de alimento de procedência suspeita.
Ingressos
Whelan afirmou jamais ter conversado com Lamine Fofana, o franco-argelino preso apontado como líder do esquema
FOTO: DIVULGAÇÃO
A Polícia Civil prendeu, nesta segunda-feira (7), no luxuoso hotel Copacabana Palace, sede da Fifa no Rio, o homem suspeito de ser o principal fornecedor de ingressos para o esquema milionário de venda de entradas da Copa. Raymond Whelan é um dos diretores da Match, empresa sócia da Fifa que tem direitos exclusivos sobre a venda de pacotes para o Mundial.
Ainda em seu quarto, Whelan afirmou jamais ter conversado com Lamine Fofana, o franco-argelino preso apontado como líder do esquema. Segundo o delegado Fábio Barucke, há mais de 900 registros de ligações ou mensagens telefônicas entre Whelan e Fofana interceptados desde 20 de junho. 
Ligada ao sobrinho do presidente da Fifa,Phillip Blatter, a Match tem contrato com a Federação até 2023. Dentro da companhia, onde também trabalham seus dois filhos, Whelan é um dos executivos mais conhecidos e importantes. A operação representa o maior revés à Fifa durante uma Copa do Mundo, ocorrendo justamente quando a Federação se prepara para a semana mais importante do Mundial e às vésperas da chegada de vários chefes de Estado. 
 
 
O inglês Raymond Whelan, de 64 anos, será indiciado por dois crimes: associação criminosa e, com base no artigo 41-G do Estatuto do Torcedor, "fornecer, desviar ou facilitar a distribuição de ingressos para venda por preço superior ao estampado no bilhete". "Ele é o principal fornecedor da quadrilha de Fofana", disse um dos inspetores que participaram da prisão do CEO da Match.
Apesar de ter sido preso na operação Jules Rimet, Whelan - por ser considerado o fornecedor - não será indiciado pelos mesmos crimes que os demais integrantes da quadrilha (atuação como cambistas, com associação criminosa e lavagem de dinheiro). Ainda assim, segundo o delegado Barucke, a associação criminosa se configurou pela ajuda que o suspeito deu ao grupo. As investigações continuam e outros sete integrantes da quadrilha estão sendo investigados. 
Machida
Weidman teve desempenho superior e manteve o título depois de decisão unânime dos juízes
FOTO: DIVULGAÇÃO UFC
O americano Chris Weidman levou a melhor sobre o brasileiro Lyoto Machida na noite do último sábado (5) no UFC 175, em Las Vegas, e permanece com o cinturão dos pesos-médios.
O título já era do norte-americano desde as duas vitórias históricas sobre o também brasileiro Anderson Silva, em 2013. A vitória foi dada a Weidman por decisão unânime dos juízes. Agora, Weidman deve enfrentar Vitor Belfort para a próxima defesa de cinturão, ainda sem data marcada.
O UFC avaliou o desempenho de Machida na luta como uma "grande evolução técnica - sobretudo no quesito 'ofensividade', com grandes momentos". Por diversas vezes, Machida quase alcançou o nocaute, mas Weidman dominou os três primeiros rounds com técnicas de wrestling e voltou para casa com o título.
 

eleições
Todas as atividades demandadas para o período precisam seguir a rigor as exigências da Justiça Eleitoral
FOTO: ALEX COSTA
O período durante o qual muitos brasileiros voltam os olhares para a movimentação política, buscando analisar as propostas e a carreira do candidato que receberá seu voto no dia da eleição, é também a época em que alguns setores e trabalhadores autônomos têm a oportunidade de gerar renda extra com a demanda publicitária e logística das campanhas eleitorais. Confecção de camisas, armação de palcos, impressão de cartazes, gerenciamento de redes sociais e até distribuição de panfletos - tarefa antes associada apenas aos militantes dos partidos -, são responsáveis pela movimentação de vultosas quantias e acarretam a geração de vagas temporárias de emprego.
"Esse é um ano diferente, temos uma campanha grande se aproximando e a expectativa é de haja maior volume de contratações, e com o aperto da legislação e a exigência de mais transparência dos candidatos, é possível que sejam gerados mais empregos regulares", projeta o economista do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Ediran Teixeira. Segundo ele, a média de pessoal demandado para trabalhar em campanhas eleitorais pode ser calculada considerando cinco pessoas para cada candidato a cargo legislativo e 100 pessoas para os políticos que pleiteiam cargos executivos.
Trabalho temporário
Tomando como base o pleito de 2010, quando o Ceará registrou 783 candidaturas, entre os cargos de governador, senador e deputados estaduais e federais, além dos seis candidatos à Presidência da República, a expectativa é que sejam geradas cerca de seis mil vagas temporárias diretas para as eleições de 2014.
"Se estimarmos que cada emprego criado gera igual contratação de forma indireta, em gráficas, agências de publicidade, locação e outros setores, teremos em torno de 12 mil empregos gerados na economia cearense no período eleitoral", contabiliza Teixeira.
Mais beneficiados
O setor gráfico, a locação de carros de som e a contratação de pessoal para fazer panfletagem e carregar bandeiras - os cartazeiros -, são os que mais demandam contratações e arrecadam na corrida eleitoral.
"Mesmo com a internet mais presente, o contato corpo a corpo com os eleitores ainda é uma tática privilegiada, e com a campanha estadual é necessária uma logística para cobrir todos os municípios", acrescenta também o cientista político e coordenador de Estudos e Análise de Mercado do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Erle Mesquita.
A geração de vagas em decorrência do período eleitoral, entretanto, não pode ser mensurada pelo IDT, segundo o especialistas, porque boa parte das contratações fica no campo da informalidade, além disso, a época dessa demanda se confunde com o período de recuperação da economia. "Não existem evidências concretas de que os ciclos políticos eleitorais tenham impacto na geração de trabalho, mas de maneira geral, é uma atividade importante, porque é a oportunidade de milhares de pessoas conseguirem uma ocupação temporária", avalia.
Mão de obra especializada
Além dos serviços diretamente ligados às campanhas, como panfletagem e a exibição de bandeiras, outros mais especializados também recrutam no período. "São necessários advogados de plantão para acompanhar o cumprimento das leis eleitorais, contadores e auxiliares técnicos para cuidar das finanças, além de profissionais da comunicação para gerenciar parte da campanha", detalha Teixeira, citando algumas funções demandadas.
Jéssica Colaço
Repórter Diario do Nordeste
BqOGk4RIAAAlIndOs jogadores da seleção mexicana de futebol se sentiram na Cidade do México, no fim da noite de domingo (15), em Fortaleza. Centenas de mexicanos se aglomeraram em frente ao hotel em que a ‘Tri’ está hospedada, na Av. Beira Mar, e fizeram uma grande festa, com direito a mariachi.
O espetáculo dos visitantes na capital do Ceará contagiou os atletas ‘aztecas’, que saíram às janelas dos quartos e à sacada do hotel para festejar junto aos compatriotas e entoar cânticos provocativos à Seleção Brasileira, bem como o hino nacional.
A ação dos mexicanos paralisou a Av. Beira Mar por alguns minutos e, segundo relatos de jornalistas mexicanos, irritou motoristas que trafegavam pela via no horário.
Surpreendidos com a ‘invasão’ dos mexicanos em Fortaleza, os atletas postaram mensagens emocionadas nas redes sociais e agradeceram o apoio dos fãs. Até mesmo o técnico Miguel Herrera postou a sua ‘selfie’ da sacada do hotel. O mesmo fez o goleiro e ídolo do time,Guillermo Ochoa, que postou várias imagens, assim como Oribe Peralta, Miguel Layun, entre outros.
torcida
Torcedores aguardaram desde às 15h deste domingo (15), no aeroporto, na expectativa de ver a seleção brasileira
A seleção brasileira já chegou a Fortaleza, mas não manteve nenhum contato com a torcida. Centenas de torcedores aguardaram, em vão, em frente ao portão de desembarque do Aeroporto Internacional Pinto Martins, na expectativa de avistar os jogadores. Já no Marina Park Hotel, a delegação driblou uma multidão, que esperava ansiosamente ver a passagem do ônibus verde e amarelo. 
"Eles deveriam ter passado aqui para sentir o calor da torcida. Estou decepcionada e acho que isso foi uma falta de respeito com o torcedor", reclamou a torcedora Kylvia Soares, 30 anos.
No aeroporto, era possível notar a decepção no olhar dos presentes que, em sua maioria, estavam desde às 15h deste domingo (15) com lugar marcado em frente à sala de desembarque. "Se a seleção fosse passar aqui já teria uma barreira de policiais e não tem ninguém", alertou a agente de aeroporto plantonista. 
Apesar do aviso, os torcedores ainda acreditaram que a seleção passaria pelo local e permaneceram lá até aproximadamente 20h. "A esperança é a última que morre, eles vão passar aqui", disse o torcedor Ramon Alves, 26 anos.
Diferente da seleção brasileira, vários torcedores mexicanos que desembarcaram no aeroporto fizeram questão de parar e provocar a torcida brasileira: "2 a 1 para o México", entoaram aos gritos.  
Por volta de 19h, a Seleção desembarcou na capital cearense e seguiu de ônibus para o Marina Park Hotel, onde vai ficar hospedada, mesmo local onde a equipe se instalou durante a Copa das Confederações, em 2013.